PESQUISAR ESTE BLOG

11 de novembro de 2008

A PMERJ ESTÁ AGONIZANDO. PORQUÊ NÃO DESFEREM LOGO O GOLPE DE MISERICÓRDIA?

Caros senhores,

Apesar de estar praticamente sem tempo, venho aqui escrever mais algumas linhas. Ultimamente, tenho me sentido mal, com pressentimentos ruins. Isso nunca é bom. Entreteanto, dizem que depois da tempestade vêm a abonança. Mas me parece que esta tempestade não acaba mais. E tende a se transformar em um furacão de categoria 5. E após a sua passagem, ruínas de uma história triste, melancólica.

Com tanta coisa para acontecer e com tanta coisa ruim acontecendo, fica a certeza de que pior não pode ficar. Na verdade, sempre devemos pensar positivo, por mais que estejamos nadando na merda. Uns dizem que isso afasta os maus espíritos. Eu digo que é só para aliviar o sofrimento, nada mais. Não é querer ser pessimista, mas querer enxergar a realidade, que é dura e cruel.

Como disse uma vez, com um comentário infeliz, uma atriz global: "Eu tenho medo". E este medo é um calafrio que, com esses pressentimentos desagradáveis, podem se somar e virar um pesadelo sem fim. Às vezes sinto uma vontade de terminar com essa história toda de uma vez. Não me suicidando, óbvio que não. Aliás, condeno este tipo de atitude. Mas de somente, desistir.

Isso alegraria uma legiões de inimigos, que venceriam sem fazer força. E desestimularia minha classe. E isso eu não quero. Não pretendo mesmo dar baixa. A vontade é grande. Mas o medo de desistir agora e não ver o alvorecer desta tempestade é maior.

Têm muita coisa boa para sair ainda. E vou continuar lutando para que vinguem. Apesar do quê, não deverão demorar muito. Quer seja este resultado negativo ou positivo. É bom que nós estejemos todos lá. Será uma boa história para contar no final. Eu tenho certeza que, pelo menos, vai ser diferente.

Ficamos chateados? Sim. Eu estou. E muito. A política dominou nossa Segurança Pública. Nossos comandantes se venderam. Derepente eles têm lá suas razões. Não estou aqui defendendo-os. Mesmo porque a minha honra e a minha dignidade vale muito mais que 223%. Ela têm preço. Mais vale muito mais. Custa muito caro.

Ver o caos em que se encontra nossa cidade dói bastante. Saber que estamos assim devido a ganância e arrogância do ser humano. E os ignorantes foram plenamente controlados. Somente alguns poucos não sucumbiram e garanto à estes que terão lugar reservado no céu.

Estamos cansados de receber ordem de gente incompetente. É só dar um pouquinho de poder e o ignorante muda completamente. Cansa. Desgasta. Desnecessariamente. Eu ainda tenho a felicidade de trabalhar com pessoas super competentes. Líderes. De verdade. Parece até brincadeira mas eles ainda existem dentro da PMERJ. E claro, não são muito valorizados, assim com eu não sou. Por isso eu entendo as vezes a transmissão de suas negatividades. É difícil de segurar tudo sozinho. Mas ficar batendo continência para anencéfalo? Dói mesmo.

Resta mesmo somente a esperança. De dias melhores. De políticos corretos. E preocpupados com o bem estar do povo. Que sejam representantes do poder do povo. E não manipuladores de consciências e vontades. Assim como nossos comandantes são hoje: manipulados. Sinto pena deles. São escravos de seus próprios destinos. Estavam com tudo nas mãos. Iria ser um espetáculo. E teriam um enorme respeito. Pela sua tropa. Pela sua Cidade, seu Estado, seu País. Mas foram fracos. E hoje gozam de privilégios. Contudo, o tempo vai passar. E aí desejarão suas próprias mortes. Sentirão pena de si mesmos. Por não terem honra. Por não terem dignidade. Por não serem homens.

Mas o tempo vai passar. E inteligente que nós somos, não esperaremos. Esperar, somente, é burrice. E se não melhorar? Se piorar? Será que tem como piorar? Eu acredito que não. Do chão não tem como passar. E nosso Estado já está cavando o próprio buraco. Mais um pouco e o tiro vai sair pela culatra. Não me pergunte como, mas é assim, é a Lei da Natureza. Foi assim com Roma, com os Egípcios, com os Maias. Não será diferente conosco. Se não mudarmos nossas consciências a tempo, sucumbiremos. E nós mesmos desferiremos o golpe de misericórida. Como ironia serventil do destino. E numa tentativa inútil de reverter o processo, acabaremos puxando o plugue. E aí será tarde demais.

FORÇA, HONRA , FÉ

4 comentários:

  1. ATENÇÃO !!! HOUVE MOVIMENTAÇÃO !!!
    VAMOS FICAR DE OLHO !!!


    Tramitação de Matérias (Proposições)


    SF PEC 00041 / 2008 de 28/10/2008 Selecionar para acompanhamento



    Autor SENADOR - Renan Calheiros
    Ementa Institui o piso salarial para os servidores policiais.
    Indexação ALTERAÇÃO, CONSTITUIÇÃO FEDERAL, DISPOSIÇÕES CONSTITUCIONAIS, ACRÉSCIMO, DISPOSITIVOS, DEFINIÇÃO, REQUISITOS, HIPÓTESE, COMPROVAÇÃO, IMPOSSIBILIDADE, ESTADOS, (DF), MUNICÍPIOS, IMPLEMENTAÇÃO, PISO NACIONAL, MANUTENÇÃO, CATEGORIA PROFISSIONAL, SEGURANÇA PÚBLICA, UNIFICAÇÃO, PISO SALARIAL PROFISSIONAL, POLICIAL, POLICIAL CIVIL, POLICIAL MILITAR, BOMBEIRO MILITAR, UTILIZAÇÃO, RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS, RECEITA, COOPERAÇÃO TÉCNICA, COOPERAÇÃO FINANCEIRA, UNIÃO FEDERAL, COMPLEMENTAÇÃO, FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA SEGURANÇA PÚBLICA E DA VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA, FINANCIAMENTO, SEGURANÇA.
    Despacho (SF) CCJ - Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania

    Tramitações Inverter ordenação de tramitações (Data Ascendente)


    PEC 00041 / 2008
    11/11/2008 CCJ - Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania
    ** AÇÃO DE SANEAMENTO ** Não houve alterações de saneamento para a presente matéria.

    29/10/2008 CCJ - Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania
    Situação: AGUARDANDO DESIGNAÇÃO DO RELATOR
    Recebido nesta Comissão. Matéria aguardando distribuição.

    28/10/2008 ATA-PLEN - SUBSECRETARIA DE ATA - PLENÁRIO
    Leitura. À Comissão de constituição, Justiça e Cidadania. Ao PLEG com destino à CCJ.
    Publicação em 29/10/2008 no DSF Página(s): 41976 - 41980 ( Ver Diário )

    28/10/2008 PLEG - PROTOCOLO LEGISLATIVO
    Este processo contém 05 (cinco) folhas numeradas e rubricadas.



    --------------------------------------------------------------------------------
    Fonte: Secretaria-Geral da Mesa
    Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 - Fone: (61)3311-4141

    ResponderExcluir
  2. sei que meu comentário não é nada animador,pelo contrário...mas isso não acontece só na pmerj, a população é toda corrupta e hipócrita,é fácil demais pegar os praças da pmerj e colocar neles toda a culpa do caos que está nossa cidade....mas nós, pesssoas de bem ,sabemos que não é bem assim!!
    só quero que você saiba que o admiro muito pela sua luta e nunca desista pois sempre valerá a pena !!
    nunca desista de suas idéias...de seus objetivos e do jeito que as coisas andam hoje em dia, o certo parecendo errado e o errado se passando pelo certo....temos que ter muita força pra que nossos filhos sejam pessoas honestas tbm

    ResponderExcluir
  3. Quanto a carga horária e a hora extra que são aplicadas na PMERJ,comunico-lhes que no mínimo estão descumprindo diversas leis que versam sobre este assunto !!!

    Vamos a elas:


    LEI Nº 1900, DE 29 DE NOVEMBRO DE 1991.

    DECRETO Nº 25.538 DE 25 DE AGOSTO DE 1999.

    RESOLUÇÃO SSP Nº 510, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2002.

    LEI Nº 443, DE 1º DE JULHO DE 1981ESTATUTO DOS POLICIAIS-MILITARES DO
    ESTADO DO RIO DE JANEIRO em seu Art. 48Incisos V, VI e VII.


    Isso sem falar das Indicações Legislativas e nos Projetos de lei, vamos a eles:


    PROJETO DE LEI Nº 06/2007 de autoria do Deputado PAULO RAMOS.

    INDICAÇÃO LEGISLATIVA Nº 065, de 07DE OUTUBRO DE 1999 de autoria do
    próprio SÉRGIO CABRAL FILHO na época em que era Deputado Estadual.

    INDICAÇÃO Nº 6187/2002 Autoria do Deputado SIVUCA.

    INDICAÇÃO Nº 6134/2002 Autoria do Deputado DICA.

    Em toda a PCERJ, CBMERJ e a SEAP, sem falar da PRF e PF, já cumprem a lei quanto a carga horária e a hora extra. Por quê não cumprem a lei com a PMERJ ?!?

    ResponderExcluir
  4. Lamento não ter nada animador para dizer.

    Mas precisam prosseguir.

    Parabéns!

    ResponderExcluir

"Quando o Estado abandona seus servidores, deixando-os à mercê do outro lado, é porque, muito provavelmente, o Estado está do outro lado"

Giovanni Falcone, Juiz italiano especializado em processos contra a máfia siciliana Cosa Nostra.

"Uma sociedade é livre na medida em que propicia o choque de opiniões e confronto de idéias. Desses choques e confrontos nasce a Justiça e a Verdade, garantido o progresso e auto-reforma dessa sociedade".

Stuart Mill

“A injustiça que se faz a um é uma ameaça que se faz a todos”.

Barão de Montesquieu

"Aqueles que planejam o mal acabarão mal, porém os que trabalham para o bem dos outros encontrarão a felicidade"

Provérbios 12.20