30 de março de 2008

A Distribuição do Policiamento na Região Metropolitana do RJ

Está aí uma notícia que deveria ser manchete e não uma pequena nota de rodapé.
Publicou o O DIA a seguinte chamada: " Áreas violentas esquecidas" (30/03/2008, pág. 16), relatando como está e sempre foi - diga-se de passagem - a distribuição do policiamento ostensivo, principalmente na capital do Rio de Janeiro. E NÃO ME ESPANTA o fato de que somente as áreas onde cidadãos de maior poder aquisitivo e influência política (este último principalmente) possuem mais "sensação de segurança".
Mas, porque somente nessas áreas? Será que lá (Zona Sul, Centro, Barra da Tijuca) é onde se concentra os maiores índices de criminalidade? Eu não sou otário e sei que não. E você também sabe que não...
..
Salvem a PMERJ!
Livrem-na da política corrupta e indigna!

29 de março de 2008

Emergindo à vida.....

É assim que pretendo começar. Como um ser que adquire movimento e aos poucos ganha locomoção... Neste espaço colocarei tudo o que acontece de mais interessante no mundo da PMERJ - A minha Polícia Militar. Isso mesmo. Minha. E não a reparto com ninguém!!
Egoísmos a parte, vamos ao que interessa e o que eu pretendo realmente fazer aqui:

1º - Noticiar o que rola pela Polícia Militar do Rio de Janeiro no momento;
2º - Expor fatos interessantes e relevantes;
3º - Crtiticar (e muito);
4º - Elogiar (espero que seja muito também);
5º - Expor alguns fatos "utéis";
6º - E o que me der na telha....
..
Tentarei abordar o contexto de maneira geral, tanto para policiais militares, policiais civis e para você caro cidadão fluminense. Você, como eu, poderá um dia ser parte de nossa família. Mas ficará sabendo de TUDO. Tudo como você deve e merece saber, antes de pensar em prestar um concurso para o briosa e vitimada PMERJ....
A vida é uma história...
E a PMERJ é um conto...de FARDAS!!! (No bom sentido!)


Este é o começo.....
Sejam Bem-Vindos!

"Quando o Estado abandona seus servidores, deixando-os à mercê do outro lado, é porque, muito provavelmente, o Estado está do outro lado"

Giovanni Falcone, Juiz italiano especializado em processos contra a máfia siciliana Cosa Nostra.

"Uma sociedade é livre na medida em que propicia o choque de opiniões e confronto de idéias. Desses choques e confrontos nasce a Justiça e a Verdade, garantido o progresso e auto-reforma dessa sociedade".

Stuart Mill

“A injustiça que se faz a um é uma ameaça que se faz a todos”.

Barão de Montesquieu

"Aqueles que planejam o mal acabarão mal, porém os que trabalham para o bem dos outros encontrarão a felicidade"

Provérbios 12.20