22 de janeiro de 2014

É LEI: VIATURAS USADAS SERÃO DOADAS AOS INTEGRANTES DA CORPORAÇÃO




LEI Nº 6658 DE 26 DE DEZEMBRO DE 2013
AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A DOAR
BENS MÓVEIS AOS POLICIAIS MILITARES
DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - PMERJ E
DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. 

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a doar até 812 (oitocentos e 12) veículos e 325 (tre-zentos e vinte e cinco) motocicletas livres, desembaraçados, sem multas, com IPVA em dia e com toda documentação necessária para a transferência, que tenham integrado a frota da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro - PMERJ e tenham sido substituídos, desde que já descaracterizados, em favor dos Policiais Militares.

§1º - A doação de que trata o caput deste artigo será feita por sorteio, realizado de forma randômica e eletrônica, dentre os aptos a dele participarem.

I - O Policial Militar que for contemplado não poderá mais integrar a lista para novo sorteio. 

§ 2º - O Poder Executivo regulamentará esta Lei, por Decreto, em especial no que se refere aos critérios de participação no sorteio sem qualquer caráter subjetivo.

Art. 2º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação.

Rio de Janeiro, 26 de dezembro de 2013
SÉRGIO CABRAL
Governador


8 de janeiro de 2014

A ESPERADA SUSPENSÃO DO CONCURSO PARA SOLDADO DA PMERJ FRUSTRA CONDIDATOS

 Não era novidade para ninguém que o concurso para Soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro iria ser suspenso. Como muitos candidatos previram, não seria possível abrir um concurso com outro em pleno andamento.

OPINIÃO - Senhores candidatos: essa é a cara da PMERJ. Desorganização é seu primeiro nome. Arcaica é o seu segundo nome. E apelidos pejorativos não lhe faltam.

Some isso à uma Instituição de mais de 200 anos com uma política que massacra seus componentes, com escalas que não são respeitadas, condições de serviço insalubres, desrespeito ao ser humano latente e outras mazelas que os administradores desta bicentenária corporação insistem em dizer que é deles. Raciocinem comigo: se a PMERJ realmente fosse deles, será que ela seria deste jeito? Será que ela receberia tão malfadado tratamento? 

Se os futuros candidatos são tratados desta forma, imaginem os seus integrantes?

Depois de longos 10 anos de vida castrense, eu vi e sei que somente com o seu fim será possível consertar tamanha aberração. A PMERJ, como ela é, não cabe mais em nosso país. Digo, não só a PMERJ, mas sim todas as 27 polícias militares desta nação. As Instituições Militares dos Estados agonizam. Já passou mais do que da hora de aplicar o golpe de misericórdia e eliminar esse mal que assola o solo brasileiro.

Futuros candidatos, não esperem. Façam acontecer.

Fica a dica.

"Quando o Estado abandona seus servidores, deixando-os à mercê do outro lado, é porque, muito provavelmente, o Estado está do outro lado"

Giovanni Falcone, Juiz italiano especializado em processos contra a máfia siciliana Cosa Nostra.

"Uma sociedade é livre na medida em que propicia o choque de opiniões e confronto de idéias. Desses choques e confrontos nasce a Justiça e a Verdade, garantido o progresso e auto-reforma dessa sociedade".

Stuart Mill

“A injustiça que se faz a um é uma ameaça que se faz a todos”.

Barão de Montesquieu

"Aqueles que planejam o mal acabarão mal, porém os que trabalham para o bem dos outros encontrarão a felicidade"

Provérbios 12.20