26 de dezembro de 2013

INSCRIÇÕES PARA SOLDADO DA PMERJ CANCELADAS POR "PROBLEMAS TÉCNICOS"?

Conta outra....

Após atingir o patamar de quase 131 mil inscritos em apenas 3 dias de abertura, as inscrições para o concurso de soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro foram canceladas por "problemas técnicos".

A verdade, caros senhores candidatos, é que este Edital está sendo alvo de questionamentos quanto aos candidatos aprovados e não convocados no concurso de 2010, que ainda está em vigência. Muitos alegam que houve sim, prorrogação, passando a valer por mais 2 anos. Logo, se tal argumento for procedente, este Edital não poderia ter sido publicado.

OPINIÃO:
Não há previsão expressa no ordenamento jurídico que indique a prorrogação por ato de convocação de aprovados fora do número previsto inicialmente em edital.

O que houve, portanto, foi uma convocação além do número de vagas fora do período inicial de 2 anos, ocasionando este impasse. No entanto, o decreto 43.876/12 é claro como a luz do sol ao meio dia no sertão nordestino, e não deixa margem para dúvidas, ao estipular, como termo inicial, a homologação do resultado final de todos os aprovados, indicando o término do processo seletivo o início da contagem de validade.
 
Veja abaixo:

O Governador do Estado do Rio de Janeiro editou o DECRETO Nº 43.876 DE 08 DE OUTUBRO DE 2012, que regulamenta os concursos público para provimento em cargo efetivo nos quadros permanentes de pessoal do poder executivo e da administração indireta. E este decreto diz, em seu artigo 3º, o seguinte: 

(...)
Art. 3º - Não se abrirá novo concurso enquanto houver candidato aprovado em concurso anterior com prazo de validade não expirado.

Traz ainda, este decreto, o seguinte texto, em seu artigo 4º e parágrafo único: 


Art. 4º - O concurso público terá validade de até 2 (dois) anos, podendo ser prorrogado uma única vez por período igual ao prazo original de validade.

Parágrafo Único - O termo inicial do prazo de validade de que cuida o caput será a homologação do resultado final das provas e exames tratados, respectivamente, nos Capítulos VI e VII deste Decreto. (grifo meu)

(...)

Portanto o edital de 2010 ainda está em vigor, já que o termo inicial é o resultado final do mesmo, que jamais fora publicado, tendo em vista as seleções estarem ainda ocorrendo!!!

As ações estão rolando e as cabeças vão rolar junto. Como este Cmt Geral está sendo muito mal assessorado...

O que acham deste imbróglio jurídico, caros candidatos?
O texto do decreto foi corretamente interpretado? O Edital de 2010 ainda está em validade? Opinem!








17 de dezembro de 2013

SAIU EDITAL DA POLÍCIA MILITAR: INSCRIÇÕES COMEÇAM DIA 18

O tão aguardado edital para provimento de 6000 vagas para soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro foi divulgado hoje e as inscrições já podem ser realizadas a partir do dia 18 de dezembro.

O salário inicial pode ultrapassar os R$ 2.000,00 dependendo do batalhão de lotação, ao final do curso de formação.

Nem é preciso dizer que é hora de intensificar os estudos. Não por ser um concurso difícil, mas pela grande concorrência que as 6000 vagas vão gerar. É uma boa oportunidade de trabalho mas, não pode ser encarado como solução definitiva de emprego, visto as condições insalubres e  precárias que a Corporação oferece e vou além: sem qualquer tipo de benefício. Somente o salário e que se "lambam os beiços"! 

Os mais espertos utilizarão como um verdadeiro trampolim para carreiras mais sérias e sólidas, com reais vantagens e estabilidade real (já que a praça da Polícia Militar só adquire estabilidade com 10 anos de efetivo serviço - e mesmo assim, é excluída como rato de esgoto caso cometa infração disciplinar). Mas para quem está desempregado e quer conquistar qualquer coisa, é uma boa pedida.

Para aqueles que vão entrar por vocação (para a sorte da população fluminense), e querem a vaga "de qualquer jeito" é bom se preparar, pois muitos candidatos que disputarão as 6000 vagas são bacharéis em diversas áreas do conhecimento e facilmente conquistarão os primeiros lugares.

As disciplinas cobradas serão as mesmas do concurso anterior (40 questões, distribuídas por Português (10 questões), História, Geografia, Sociologia, Informática, Legislação de Trânsito e Direitos Humanos (com 5 questões cada). Haverá ainda a redação, sendo que só serão corrigidas as dos 30 mil (!) primeiros colocados....

A taxa é de R$ 100,00 e poderá ser realizada no site da Organizadora, a Exatus (www.exatuspr.com.br), ou no Centro de recrutamento e Seleção de Praças (CRSP) - Avenida Marechal Fontenelle, n.º 2906, Sulacap, Rio de Janeiro, RJ.











13 de dezembro de 2013

SERVIÇO ESCRAVO NA PMERJ: ESCALAS DE SERVIÇO ABUSIVAS NA PM PODEM SER ALVO DE AUDITORIA DO MP




O Deputado Estadual Flávio Bolsonaro divulga detalhes da reunião de quinta-feira passada (dia 12/12) na sua incansável luta pela Segurança Pública de qualidade e principalmente, contra os excessos dos Oficiais da Corporação, que teimam em dominar as vidas de seus subordinados como se fossem seus animais de estimação. 

Obrigado Deputado Estadual Flávio Bolsonaro. Nós Policiais Militares do Estado do Rio de Janeiro agradecemos.

Direto do canalBOLSONARO, Youtube

10 de dezembro de 2013

COMUNICADO DEP. EST. FLÁVIO BOLSONARO: ESCALA DE SERVIÇO DA PM SERÁ DISCUTIDA NA ALERJ.

ESCALA DE SERVIÇO DA PM SERÁ DISCUTIDA NA ALERJ.
AUDIÊNCIA PÚBLICA, QUINTA-FEIRA, ÀS 14:00




(deputado@flaviobolsonaro.com.br)

O RAS CUMPULSÓRIO É UM ULTRAJE! 

MAIS DE 200 HORAS MENSAIS PARA PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA É UM ATENTADO à SEGURANÇA NACIONAL!!!

ESTAMOS CANSADOS! 

CHEGA DESTE REGIME DE ESCRAVIDÃO!

3 de dezembro de 2013

DESRESPEITO ÀS FOLGAS - RAS COMPULSÓRIO - NOVAMENTE A PMERJ AGINDO COMO MADRASTA! BASTA! O POLICIAL MILITAR NÃO É O MAIOR PATRIMÔNIO DA PMERJ! NÃO É MESMO!

Mais uma vez a Polícia Militar, ao escalar de forma obrigatória no RAS (Regime Adicional de Serviço), teima em manter uma tropa desmotivada e desgastada.

Não tem jeito mesmo. Precisamos urgentemente do fim deste regime de escravidão. FIM DA PMERJ como ela é, já!
Segue a publicação que acabará com o lazer de nossas famílias:

Bol da PM n.º 079 - 28 Nov 13

7. CPROEIS – COORDENADORIA DO PROGRAMA ESTADUAL DE INTEGRAÇÃO NA SEGURANÇA –MUDANÇAS NO RAS - DETERMINAÇÃO

Este Comando atendendo a solicitação da Coordenadora do CPROEIS, determina aos Comandantes das Unidades constantes da tabela abaixo relacionada, que a partir do dia 04DEZ2013, passem a escalar seu próprio efetivo de folga em 50% das vagas do RAS de forma compulsória, cabendo ao CPROEIS escalar os outros 50% ainda no critério de voluntariado.
Para tanto, os respectivos P3, deverão criar a partir de 04DEZ2013, eventos que deixem claro o emprego do efetivo COMPULSÓRIO e do efetivo VOLUNTÁRIO, sendo OBRIGATÓRIA a criação de eventos diferentes para cada um, mesmo que a missão seja a mesma, assim como os horários e locais, lembrando que os eventos porventura já criados a partir do dia 04DEZ2013, sem essa padronização, serão desvalidados.
O P1, deverá lançar no aplicativo, campo COMPULSÓRIO, todos os policiais militares de sua unidade escalados nos eventos compulsórios em suas respectivas datas, sendo mister que, OBRIGATORIAMENTE, DESVALIDE esse dia do policial militar escalado, para evitar a duplicidade na escala com o efetivo voluntário a ser escalado pela CPROEIS.
O P1 deverá lançar e desvalidar no mínimo com 96 horas de antecedência, em relação à data do evento, o policial na escala compulsória, assim como apurar no máximo 48 horas após o término do evento. O não cumprimento do prazo de 96 horas, acarretará na desvalidação do evento e a consequente diminuição do efetivo a ser empregado na unidade.
O Tenente Coronel PM Camargo, Chefe da Seção de Pessoal do RAS, através do celular 21 982875555 ou Major PM Neves, no celular 21 982463000, estarão dirimindo quaisquer dúvidas das Unidades.

"Quando o Estado abandona seus servidores, deixando-os à mercê do outro lado, é porque, muito provavelmente, o Estado está do outro lado"

Giovanni Falcone, Juiz italiano especializado em processos contra a máfia siciliana Cosa Nostra.

"Uma sociedade é livre na medida em que propicia o choque de opiniões e confronto de idéias. Desses choques e confrontos nasce a Justiça e a Verdade, garantido o progresso e auto-reforma dessa sociedade".

Stuart Mill

“A injustiça que se faz a um é uma ameaça que se faz a todos”.

Barão de Montesquieu

"Aqueles que planejam o mal acabarão mal, porém os que trabalham para o bem dos outros encontrarão a felicidade"

Provérbios 12.20