PESQUISAR ESTE BLOG

25 de novembro de 2008

FUTUROS POLICIAIS ADVINDOS DE CONCURSOS RECENTES: LEIAM E REFLITAM

Mulher de policial ferido no Alemão cobra assistência

Internado em pronto socorro, ele precisa de cuidados especiais

Andréa Uchôa

Rio - Mais de dois meses depois de ter sido atingido por um tiro de fuzil na cabeça, em operação no Complexo do Alemão, o inspetor da Polícia Civil Alexssander Marchon Gomes, 37 anos, continua em estado grave e sem assistência do Estado, como denuncia sua mulher, Talita Gomes, 29.

“É triste ver meu marido sendo tratado como lixo. Ele foi ferido em serviço e o Estado tem a obrigação de cuidar dele”, lamenta Talita, que pretende entrar com uma ação exigindo que o governo custeie o tratamento em um hospital particular, já que as unidades públicas não têm condições. “No dia do tiro, o delegado (Marcus Vinícus Braga, da Delegacia de Combate às drogas) me disse que o Beltrame (secretário de Segurança) pagaria o hospital. Já falei duas vezes com o Beltrame e ele diz que não pode fazer nada”, disse. Segundo Talita, Beltrame ofereceu vagas no Hospital da PM e Hospital Geral de São Gonçalo, mas ela recusou.

Marchon está agora na UTI do Pronto Socorro Central de São Gonçalo, com suspeita de infecção hospitalar. Ele perdeu um terço da massa encefálica, se alimenta por sonda, não fala e se mexe com dificuldade. No dia 19, a família decidiu levá-lo do Hospital Getúlio Vargas para casa. “Os médicos disseram que se eu tivesse condição de alugar equipamentos era melhor levá-lo para casa. Peguei R$ 3 mil emprestados e o levei para casa, mas ele piorou”, disse.

Talita também reclama da suspensão do vale-refeição de R$ 160. Com dois filhos, um de 5 anos e outro de um ano e meio, ela conta com a ajuda dos amigos do marido para fazer as compras.

A Secretaria de Segurança informou que ofereceu duas vagas em hospitais públicos e que o vale é para refeições em serviço, não para compras.


Fonte: Jornal Extra


SERÁ QUE ESTÁ VALENDO A PENA SER POLICIAL NO RIO DE JANEIRO E DAR UMA DE COMBATENTE FODÃO?



FORÇA, HONRA, FÉ

2 comentários:

  1. Sou parente deste policial, estamos passando momentos dificei, o filho mais velho pergunta pelo pai , e ele sabe como e onde esta o pai, e so tem 5 anos. O filho mais novo , ta aprendendo a falar , e infelizmente , seu pai não pode ouvir ele dizendo "papa"" è duro , pois se ele receber todo o tratamento adquado , ele tem a possibilidade de se recuperar muito bem , mas infelizmente , o policial honesto não tem vez, e ele foi ser honesto , e acabou não tendo dinehiro para pagar um plano de saúde, deu prioridade aos filhos pequenos. Hoje o policial pra ter valor , ele deve ser corrupto , pois pelo menos vai ser tratado com gente se precisar de um hospital , ate pq vai ter dinehiro de sobra para pagar um plano de saúde. Desculpe p desbafo , mas o policial é hoje um lixo para o governo!

    ResponderExcluir
  2. Nem sei que dizer meu nobre amigo. Pois tudo o que eu falar aqui para lhe confortar será em vão. Somos lixo mesmo. E vc está certo quanto ao policial que se vende para ter status. Porém eu não tenho esta coragem, pois sou um covarde e otário (iso é ser digno) e o seu amigo policial também foi (foi digno). Por isso sofremos e somos tratados como lixo. Devemos ser otários ou, nos vender para conseguir melhor condição de vida.

    UMA VERGONHA SER POLICIAL NESTE ESTADO.

    Maldito governo de merda esse.

    Melhoras para seu amigo. Fé em Deus. É nossa única esperança.

    ResponderExcluir

"Quando o Estado abandona seus servidores, deixando-os à mercê do outro lado, é porque, muito provavelmente, o Estado está do outro lado"

Giovanni Falcone, Juiz italiano especializado em processos contra a máfia siciliana Cosa Nostra.

"Uma sociedade é livre na medida em que propicia o choque de opiniões e confronto de idéias. Desses choques e confrontos nasce a Justiça e a Verdade, garantido o progresso e auto-reforma dessa sociedade".

Stuart Mill

“A injustiça que se faz a um é uma ameaça que se faz a todos”.

Barão de Montesquieu

"Aqueles que planejam o mal acabarão mal, porém os que trabalham para o bem dos outros encontrarão a felicidade"

Provérbios 12.20