14 de junho de 2008

RENDENDO-SE AO INEVITÁVEL

Segundo o Comandante Geral de nossa corporação, o Cel Gilson Pitta Lopes, as milícias que dominam as favelas do Rio de Janeiro estão diminuindo.

Agora, para quem ele afirma isso? Para ele mesmo, só pode. Simplesmente, não dá para entender um argumento desses. Como isso seria possível? Milícias diminuindo? De onde saiu essa informação? Só pelo que eu saiba, aumenta cada vez mais. Para mim isso é um claro e evidente sinal de rendição. Viram que seria ficar batendo na mesma tecla, eternamente. Dando murro em ponta de faca.

Sabemos que nosso CMT é controlado pelo Governador do Estado e inclusive, tal cargo, "pertence" ao Cabral.

Daí tiramos nossas conclusões.

Um infeliz depoimento. Tenho pena do cidadão fluminense. Cada vez mais desamparado.

A PMERJ AGONIZA.
SALVEM-NOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Quando o Estado abandona seus servidores, deixando-os à mercê do outro lado, é porque, muito provavelmente, o Estado está do outro lado"

Giovanni Falcone, Juiz italiano especializado em processos contra a máfia siciliana Cosa Nostra.

"Uma sociedade é livre na medida em que propicia o choque de opiniões e confronto de idéias. Desses choques e confrontos nasce a Justiça e a Verdade, garantido o progresso e auto-reforma dessa sociedade".

Stuart Mill

“A injustiça que se faz a um é uma ameaça que se faz a todos”.

Barão de Montesquieu

"Aqueles que planejam o mal acabarão mal, porém os que trabalham para o bem dos outros encontrarão a felicidade"

Provérbios 12.20