14 de outubro de 2009

CONHECEMOS O AUTOR DESTE TEXTO.....

...e abaixo transcreverei o redigido por este nobre homem. Quero deixar claro aqui que nossa principal intenção nos blogs é pura e simplesmente repassar informação útil; a informação que nos é retirada no dia a dia, como era na idade média. Portanto, viva a troca de idéias, sem distinção de raça, cor ou sexo; sem perseguições ou difamações; ninguém de nós se conhece, contudo somos um único corpo e mente, chamado INTERNET! JUNTOS SOMOS FORTES!


Tenho acompanhado seu interessante blog e resolvi comentar sobre o que dissestes, acerca do militarismo.
E faço-o concordando contigo. Militarismo não é bom mesmo!
Militarismo embota.
Militarismo sabota.
Militarismo se sobrepõe
Militarismo é, e não pode não ser, ou só pode ser uma concepção ideológica-política.
Militarismo é uma forma de poder que se apóia nas armas, muito mais que no poder do símbolo ainda que o contemple, para dominar a sociedade.
É o fuzil se impondo à vontade coletiva.
Isso é militarismo.
Mas, aquele conjunto organizacional, cultural, administrativo, valorativo de uma ética estabelecida para o cumprimento do dever que propõe a obediência (e não a subserviência!), que prevê a camaradagem, que se estabelece em círculos hierárquicos e não em estratificações sociais, que possui justiça disciplinar e justiça especial, a isso chamamos militar, carreira militar, ser militar, investidura militar.
Essa identidade de nossa carreira, esse caráter nos impõe sacrifícios e limitações, mas nos permite o exercício da honra com mais freqüência, porque seguramente nos é exigida a cada esquina.
É verdade que ninguém enche a barriga com a honra e nem se veste com tecidos de coragem; há de se esperar da exigente profissão uma justa retribuição, num um soldo que se permita viver com dignidade. Mas, todos sabemos, que só seremos militares plenamente se enxergarmos no bem que fazemos alguma espécie de retorno.
A continência, a ordem unida (coreografia representativa do coletivo militar), são apenas símbolos, representações.
Obedecer, comandar; nenhuma dessas realizações têm maior honorabilidade. São iguais na envergadura. Só são diferentes na forma.
Um abraço do seguidor do seu blog

Força e honra!


Este texto é de uma inteligência sem tamanho. Importante notar porém que não nos importa sua opinião acerca do militarismo; simplesmente atente para a qualidade e destreza com que escolhe as palavras. Percebam a sutileza dele e como desliza em nossa mente, como um vento mediúnico. Se este homem fosse político todos nós estaríamos fritos. Graças a Deus sua virtuosidade não permitirá que seja corrompido pela política. Assim esperamos.


FORÇA E HONRA



Retirado do excelente blog "Universo Policial"

2 comentários:

  1. BOCA DE SABÃO VEIO PARA POR ORDEM NUMA CASA CHAMADA PMERJ.

    Trata-se da LISTA DO CASTOR, apreendida em 30/03/94 em uma d suas fortalezas nela tem varios membros da atual cupula da PMERJ. ALÔ IMPRENSA!
    Vejam link para o processo que ADILSON LOURINHO DA SILVA responde por CORRUPÇÃO PASSIVA - http://tinyurl.com/yhsmkgw

    ACESSE O TWITTER BOCA DE SABÃO E CLICK NO LINK PARA VER OS NOMES DOS REÚS!

    http://twitter.com/bocadesabao

    ResponderExcluir
  2. BOCA DE SABÃO VEIO PARA POR ORDEM NUMA CASA CHAMADA PMERJ.

    Trata-se da LISTA DO CASTOR, apreendida em 30/03/94 em uma d suas fortalezas nela tem varios membros da atual cupula da PMERJ. ALÔ IMPRENSA!
    Vejam link para o processo que ADILSON LOURINHO DA SILVA responde por CORRUPÇÃO PASSIVA - http://tinyurl.com/yhsmkgw

    ACESSE O TWITTER BOCA DE SABÃO E CLICK NO LINK PARA VER OS NOMES DOS REÚS!

    http://twitter.com/bocadesabao

    ResponderExcluir

"Quando o Estado abandona seus servidores, deixando-os à mercê do outro lado, é porque, muito provavelmente, o Estado está do outro lado"

Giovanni Falcone, Juiz italiano especializado em processos contra a máfia siciliana Cosa Nostra.

"Uma sociedade é livre na medida em que propicia o choque de opiniões e confronto de idéias. Desses choques e confrontos nasce a Justiça e a Verdade, garantido o progresso e auto-reforma dessa sociedade".

Stuart Mill

“A injustiça que se faz a um é uma ameaça que se faz a todos”.

Barão de Montesquieu

"Aqueles que planejam o mal acabarão mal, porém os que trabalham para o bem dos outros encontrarão a felicidade"

Provérbios 12.20