PESQUISAR ESTE BLOG

25 de setembro de 2009

PARABÉNS POLÍCIA MILITAR DO RJ!

Estava saindo de casa agora há pouco, mas resolvi ficar. Para pensar. Com estes 5% de aumento (uns 0,45% reais, dada a inflação acumulada deste ano) vou sair para comemorar hoje a noite. Acredito que com esses 30 reais mensais médios de aumento, conseguirei comprar umas 15 garrafas de cerveja a R$2,00 cada. Tirando a passagem de ida e volta, compro 10 garrafas e ainda sobra uns centavos.

Parabéns nobres agentes da segurança pública. Parabéns bombeiros, policiais, charlies. Parabéns. Do fundo do meu coração.

Parabéns por sermos escravos de nós mesmos. Submissos. Imprestáveis. Paus-mandados.

Hoje vemos o querido governador que de tão repugnante que ele é que mal consigo pronunciar seu nome. É blasfêmia. A energia proliferada para a pronuncia dessas duas palavras soam como cabala para maldições e evocações de espíritos da mais baixa categoria, daqueles que vagam no limbo se alimentando de carne podre e estrume de demônios errantes.

O nosso comandante geral ameaçou entregar o cargo. Eu teria entregue. E digo mais: se ele for o homem que ele é, imploro que entregue. Vou além: se ele entregar, dou baixa imediatamente. Entregarei os pontos. Vou até a um cartório e registro esta minha promessa e posto aqui se desejarem.

Por isso digo que chegou a hora. Neste domingo, vamos caminhar. A PEC é a nossa última esperança real.

Vamos mostrar ao Brasil quem somos nós. Vamos mostrar ao mundo nossa insatisfação. Se eu der baixa e me tornar civil, continuarei indo às manifestações e torcendo para que meus ex-irmãos sejam livres e tenham dignidade. Dou minha palavra.

Caros senhores: Boa sorte. Vamos precisar.

4 comentários:

  1. DE VILÃO A HERÓI!

    O major BUSNELLO esteve à frente do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios -GEPE -onde foi acusado de lesão corporal dolosa, por agredir um idoso!!!! Esse Major que está sendo considerado um HEROI, tentou facilitar a entrada de pessoas sem ingresso, mandou arrebentar o cadeado do portão e ainda agrediu um funcionário da Suderj de 75 anos!!!!
    Heróis são os PRAÇAS doam suas vidas todos os dias e ainda vão receber por isso 5% de aumento

    E já tem deputado querendo oferecer medalha!

    "Vou propor Medalha Tiradentes ao Maj PM Busnello, autor do disparo que impediu que assaltante detonasse granada junto à refém, na Tijuca".

    Bola fora senhor deputado!

    ResponderExcluir
  2. SOBRE O MAJOR BUSNELLO.

    Em 1998, Wallace de Almeida foi morto por policiais militares no quintal da casa de sua mãe, no Morro da Babilônia, Rio de Janeiro. Um dos envolvidos é o MAJOR BUSNELLO QUE NA ÉPOCA ERA TENENTE.

    Quando foi comandante de policiamento em estádios da PM do Rio - o mesmo policial teve a prisão pedida por agressão e abuso de autoridade, depois de incidente no Maracanã, na qual AGREDIU UM IDOSO. Diante da impunidade, a OEA publicou recentemente o relatório de mérito do caso, o que reflete a inoperância da Justiça brasileira e causa grande constrangimento internacional ao Brasil.

    Wallace de Almeida era recruta do Exército, negro, e tinha 18 anos quando foi baleado pelas costas por policiais na porta da casa de sua mãe, no Morro da Babilônia, zona sul do Rio de Janeiro. Depois de invadirem a casa e insultar parentes do rapaz, os policiais literalmente lhe arrastaram morro abaixo. Wallace chegou ao hospital debilitado, vindo a falecer em seguida. Várias pessoas testemunharam o episódio, mas a falta de uma perícia imediata e o descaso de integrantes do Ministério Público não permitiram que os envolvidos fossem responsabilizados*.

    Em 2001, o caso foi denunciado à Comissão de Direitos Humanos (CIDH) da OEA que recomendou a investigação completa e imparcial do assassinato de Wallace. Recentemente, diante do não cumprimento do Estado brasileiro às recomendações, a OEA resolver tornar público o relatório que detalha o caso e a conivência de agentes públicos que permitiu a impunidade, além da inoperância do Brasil em reparar as violações.

    O caso foi apresentado durante a 39ª. Sessão da Assembléia Geral da OEA, que termina hoje (3), em Honduras, o que significa grande constrangimento internacional ao país.

    http://www.geledes.org.br/noticias/caso-de-jovem-morto-por-policiais-e-apresentado-na-assembleia-geral-da-oea-2.html

    ResponderExcluir
  3. SR:cmt geral e amigos da pmerj
    bom dia, quero dizer algo q estou sentindo, quando vi aquela cena em que o sequestrador foi alvejado com um tiro certeiro ,por ser policial fiquei contente com o desfecho mas alguns estante depois quando olhei para minha vida policial,pro meu salário pra falta de tempo para minha familia, pois trabalho na policia na escala 24/48
    e na segurança 12/36 e fico trocando serviço direto na segurança para não perder nenhuma noite então 10 noite na policia e mais 15 na segurança somam 25 noites fora de casa e vi q não estou saindo do lugar mas eu tenho que trabalhar tenho 2 filhos e a menina tem 5 anos presisa ter um bom estudo para q não venha parar nesta estituição, pois os filhos sempre tem os pais como referencia,voutando ao assunto do disparo do "major" eu queria q fosse na minha cabeça, pois já não aguento mais tanta dureza é muita humihação ralo pra caramba acho q estou depresivo não sei não cosigo ver um escape tento ter esperança na pec 300 mais sei lá quero morrer mais não consigo tenho medo talvez se eu toma-se aquele tiro ou outro .
    deixa eu tomar um banho.

    ResponderExcluir
  4. Enquanto a PMERJ não fizer o que a PMMG fez em 97 (incluindo o derramamento de sangue) esse Governador do RJ não vai ouvir os PM's. GREVE JÁ!

    ResponderExcluir

"Quando o Estado abandona seus servidores, deixando-os à mercê do outro lado, é porque, muito provavelmente, o Estado está do outro lado"

Giovanni Falcone, Juiz italiano especializado em processos contra a máfia siciliana Cosa Nostra.

"Uma sociedade é livre na medida em que propicia o choque de opiniões e confronto de idéias. Desses choques e confrontos nasce a Justiça e a Verdade, garantido o progresso e auto-reforma dessa sociedade".

Stuart Mill

“A injustiça que se faz a um é uma ameaça que se faz a todos”.

Barão de Montesquieu

"Aqueles que planejam o mal acabarão mal, porém os que trabalham para o bem dos outros encontrarão a felicidade"

Provérbios 12.20