PESQUISAR ESTE BLOG

26 de dezembro de 2008

JURISTA DEFENDE UNIFICAÇÃO DAS POLÍCIAS CIVIL E MILITAR

O jurista Dalmo Dallari afirmou há pouco que é preciso rever a função das polícias no Brasil. Em sua opinião, a polícia brasileira tem características de exército e atua contra o cidadão, muitas vezes a serviço dos mais ricos. Participante do 2º Encontro Nacional de Direitos Humanos, que ocorre na Câmara, Dallari propôs a unificação das polícias civil e militar e a desmilitarização da categoria.

Ele propôs ainda a integração das organizações de segurança. "Todo sistema policial precisa ser repensado. O policial é um profissional do direito e é bom que ele tenha consciência de seus direitos e deveres. Ele tem que respeitar os direitos do cidadão", afirmou.

Dalmo Dallari também criticou a existência de patentes na Polícia Militar, categoria diferente do Exército, e os privilégios dos militares, que contam, por exemplo, com um tribunal específico.

Veja mais detalhes no link abaixo:

http://www.direitos.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=3872&Itemid=2


Bem senhores, sabemos que é a pura verdade mas devido a vontade e interesse próprios de alguns isso ainda vai demorar a acontecer. Neste nosso Brasil temos pessoas antipatriotas de todas as categorias, que só pensam em benefício próprio, esquecendo o interesse da coletividade. É o simples motivo pelo qual temos uma nação tão corrupta e ausente.

Se o dia da Justiça para todos vai chegar não sabemos. Mas sabemos que somente neste dia teremos paz e respeito para todos. Não é ficção. Basta que a reciprocidade venha à tona, e liberte a mente dos que estão no poder. Será difícil, pois os homens se corrompem facilmente, induzidos por um ávido e súbito desejo de poder crescente, constante, infinito. Querendo se aproximar ou igualar-se a Deus.

Falei aqui durante todo ano em prol dos sacrificados, tentando sempre ser imparcial e, exaltando os justos. E como me atenho à uma instituição da qual eu sirvo e conheço bem, fica claro minha indignação aos que estão no poder e nada fazem. Ou se vendem, o que é bem pior.

Na citação do jurista Dalmo Dallari acima transcrita vemos mais um que é à favor da unificação das polícias. Mas é claro que para ele tanto faz. Ele não depende com toda a certeza de uma segurança pública e eficaz. Ele só estava ali mostrando sua opinião. E nada mais.

Vimos também, no início deste ano, um repórter infiltrado no curso de soldados da PMERJ, que mostrou com clareza e audácia toda a podridão que é a nossa PMERJ. Como a sociedade fluminense poderia ser à favor de uma instituição tão podre e corrupta? Eu que estou lá dentro não sou. É muita coisa errada. Praticamente tudo. De soldado à coronel. De regulamento interno ao policialmento externo oferecido a população. Tudo muito ruim.

A escória da humanidade está na PMERJ. A verdade seja dita. Conto nos dedos os que se salvam. Não conheço todos os seus quase 40 mil integrantes. Mas convenhamos: 800 reais por mês faz a segurança de quem? A sociedade sabe disso e se beneficia disso. E os "poderosos" sabem disso e se beneficiam disso também. O policial militar é o bode expiatório do Estado. Se ele faz alguma coisa certa, o Governador sai bem na foto. Se faz algo de errado, é crucificado até a morte e claro, é um débil mental. Quem é o verdadeiro débil mental na verddae?

Canso de ficar falando neste mesmo assunto. Não por não estar repercutindo porque eu sei que está. Mas fica chato de ficar expondo sempre as mesmas coisas. Uma pena mesmo. A PMERJ deveria ser a instituição mais bem respeitada deste Estado. Bicentenária. Não a PMERJ propriamente dita, mas seu molde original sim, tem 200 anos. É bonito? É. Mas não funciona mais. Vamos mudar quando?

Por isso estou escrevendo um livro para expor todas as mazelas desta instituição mas especificamente, todos os momentos vividos nela por mim. Todas as minhas experiências. E eu sou um observado diário. Percebo todas as mudanças. Sou e estou atento. Estou de olho. Já ouvi cada coisa... E registro tudo, num diário com capa negra. Me lembro bem, quando percebi que estava fardado e eu não era mais um cidadão comum. Lembro-me do momento exato em que isso ocorreu. Uma experiência diferente de todas as outras que já vivi.

Vou terminando aqui, pois estou meio angustiado com as próximos dias. É ano novo. Motivo de festa para alguns. Mas para mim...

Um feliz 2009 para todos. Que tudo de bom se realize no ano que se aproxima e que todos os Policiais Militares do Brasil tenham uma vida melhor em 2009. De saúde, de paz e harmonia. Até 2009.

FORÇA, HONRA, FÉ.







6 comentários:

  1. deus que me perdoe!!!!
    ESSE DINOSSAURO, PODE ATÉ SER JURISTYA, MAS, ESTA TOTALMENTE ULTRAPASSADO, OU NÃO ASSISTE OS NOTICIARIOS , OU TEVE ALGUM PROBLEMA DIRETO COM ALGUM POLICIAL MILITAR, PRA MALHAR TANTO A CATEGORIA, BASTA ESTAGIAR NAS DUAS POLICIAS PAULISTAS E DEPOIS FAZER UMA ANALISE , É LÓGICO QUE ATUALIZADA...DISSE QUE A POLICIA É IGUAL AO EXERCITO....O EXERCITO É AQUARTELADO...E AI ...DISSE QUE PRECISA DESMILITARIZAR, POIS QUALQUER EMPRESA TEM HIERARQUIA, DESDE UM SIMPLES BOTECO ATÉ UMA MULTINACIONAL, SEMPRE TERA, APENAS MUDARA OS NOMES... ACABAR COM VANTAGENS....ESSA FOI PIADA....ME DESCULPE, SR JURISTA, MAS...LAMENTAVEL ESSA PALESTRA.
    APESAR DE ESTARMOS EM UM PAIS DEMOCRATICO...OHH FALTA DE ASSUNTO HEIN!!
    GRANDE ABRAÇO

    ResponderExcluir
  2. esse colega que se diz sgt da PMRJ e que é contra o que o nobre jurista apresentou pois é a mais pura realidade esse sistema falido e ultrapassado e que não tem nenhum resultado,temos que unificar as polícias e desmilitariza-las há e com certeza vc não é um sgt pois se fosse era a favor.obrigado

    ResponderExcluir
  3. esse colega que se diz sgt da PMRJ e que é contra o que o nobre jurista apresentou pois é a mais pura realidade esse sistema falido e ultrapassado e que não tem nenhum resultado,temos que unificar as polícias e desmilitariza-las há e com certeza vc não é um sgt pois se fosse era a favor.obrigado

    ResponderExcluir
  4. não sou policial do rj, sou policial da policia paulista, e a realidade da policia militar hoje, é o bom atendimento para a sociedade, atendimento com qualidade e profissionalismo, sou contra a unificação das policias, sim...e pra mim tanto faz militar como não militar, a policia é uma empresa como qualquer outra, hierarquiia existe em qualquer lugar, muitos lugares são até piores que em quarteis, mas a liberdade de expressão é valida....forte abraço

    ResponderExcluir
  5. Aqui no Rio de Janeiro a PCERJ faz o papel da PMERJ e muito melhor por sinal. A PMERJ está aqui para servir de bode expiatório para as desgraças do Estado.

    Só por isso sou a favor da unificação. Não há razão para a existência de uma polícia militar num Estado de ladrões, que usam seu contingente para manipular o sistema a seu favor.

    CHEGA DE MILITARISMO! DITADURA NÃO!

    ResponderExcluir
  6. ALEXANDRE GM SP

    SOU A FAVOR DA UNIFICAÇÃO, POIS EM NAÇÕES DE 1º MUNDO NÃO EXISTE POLICIA MILITAR E CIVIL E SIM POLICIA.
    VEJAMOS: NOS EUA, PAIS QUE HÁ UM MAIOR Nº DE CORPORAÇÕES, DESDE POLICIA MARITIMA, PORTUARIA, AEROVIARIA, DE CONDADO, ETC, MAS HÁ UM PORÉM, TODAS TRABALHAM EM SUAS CORRESPONDENTES AREAS E NÃO USURPAM FUNÇÕES, COMO VIMOS EM SP, ONDE EXISTE POLICIAIS CIVIS FARDADOS E PM A PAIZANA. HA UMA INVERÇÃO DE PAPEIS E SOMENTE COM A UNIFICAÇÃO E DESMILITARIZAÇÃO É QUE PODEREMOS ALCANÇAR DADOS CONCRETOS NA REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA E DA CRIMINALIDADE. TEMPOS ATRÁS O EX-PREFEITO DE NOVA IORQUE CONSEGUIU ABAIXAR O INDICE DE VIOLÊNCIA, CHAMADO PROGRAMA "TOLERANCIA ZERO", E MAIS A POLICIA TEM DE SER COMUNITARIA, E O PREFEITO TEM DE TER A PARTICIPAÇÃO, DEIXAR DE SER ATRIBUIÇÃO SOMENTE DOS GOVERNADORES, POIS POR EXEMPLO O GOVERNADOR DE SP SABE AS NECESSIDADES DO MUNICIPIO DE TANABI? NÃO, É CLARO QUE NÃO, É MAIS FACIL VOCE GERENCIAR O MICRO DO QUE O MACRO. E VOCE TEM QUE PREVINIR E NÃO SER SOMENTE REPRESSIVO, POIS O N[ 190 SÓ É LEMBRADO QUANDO O FATO ESTA OCORRENDO E ISSO TEM DE PARAR, O POLICIAL TEM DE SER MAIS PROXIMO DA SOCIEDADE, PARA QUE ESSA POSSA EM DO MOMENTO APERCEBENDO DE FATO ESTRANHO OU SUSPEITO INFORMAR A POLICIA PARA QUE ESSA POSSA INVESTIGAR, E COIBIR O ATO ILICITO ANTES QUE ACONTEÇA, EXEMPLO UIANDO SUSPEITOS ALUGAM CASAS, FAZEM TUNEIS E ADENTRAM A ESTABELECIMENTOS E EMPRESAS DE VALORES, E ISSO ESTAMOS CARECA DE VER.

    ResponderExcluir

"Quando o Estado abandona seus servidores, deixando-os à mercê do outro lado, é porque, muito provavelmente, o Estado está do outro lado"

Giovanni Falcone, Juiz italiano especializado em processos contra a máfia siciliana Cosa Nostra.

"Uma sociedade é livre na medida em que propicia o choque de opiniões e confronto de idéias. Desses choques e confrontos nasce a Justiça e a Verdade, garantido o progresso e auto-reforma dessa sociedade".

Stuart Mill

“A injustiça que se faz a um é uma ameaça que se faz a todos”.

Barão de Montesquieu

"Aqueles que planejam o mal acabarão mal, porém os que trabalham para o bem dos outros encontrarão a felicidade"

Provérbios 12.20