PESQUISAR ESTE BLOG

27 de julho de 2010

QUANDO HAVERÁ SEGURANÇA?

FALA-SE MUITO EM BOLSAS. BOLSA FORMAÇÃO. BOLSA COPA. BOLSA OLÍMPICA.
FALA-SE MUITO EM POLÍCIA COMUNITÁRIA. EM UPP CDD, UPP BATAN, UPP ALEMÃO.
FALA-SE MUITO EM EQUIPAMENTOS. SÃO VIATURAS NOVAS. MAS QUE DESFILAM SOMENTE.
FALA-SE MUITO EM DIREITOS HUMANOS. MAS OS PM'S? JÁ ESTÃO PRESOS. SEM DIREITO DE DEFESA.
AH, O MOTORISTA, - SUSPEITO - COM TODO O DIREITO QUE LHE É CONFERIDO, ESTÁ DEFENDENDO-SE,
EM LIBERDADE.

É assim, na política de brincadeira de fazer polícia do Brasil de Lula e do Rio de Janeiro de Cabral. E isso tudo é para vocês, caros cidadõs fluminenses. Parabéns a todos. Possuem a segurança pública que merecem. Dividida, incompleta, ineficaz, mal paga e corrupta.

O "erro" está focado na atuação policial. Não em sua formação e finalidade. O Estado "joga" 500 homens armados e fardados a cada seis meses nas ruas e diz que faz segurança; O país oferece a esmola mensal de 400 reais e diz que está fazendo política de segurança pública.Tem-se cursos de Direitos Humanos mas o próprio policial, que não tem seu direito de defesa previsto na CONSTITUIÇÃO FEDERAL PROMULGADA EM 1988, se vê num mar de currupção onde seu próprio corpo é exposto à mídia sensacionalista e à sociedade hipócrita e ao Estado falido e corrompido por políticos ladrões e covardes, que nem mesmo tem coragem de mostrarem o "falar afiado" nos próximos debates eleitorais.

Não temos direitos. Não temos salários. Não temos segurança séria. O que temos está dividido em duas metades divididas, incompletas: uma parte civil, gozando de direitos, mas ineficaz no seu papel, por "n" motivos, e uma parte militar, a latrina fétida do Estado, com duas ou mais divisões internas, onde seus integrantes se matam por nada, com salários pífios, de fome, sem falar de seu papel constitucional, inexistente. É tanto lixo dentro de uma Instituição, como a Polícia Militar, que dá ânsia de vômito. Oficiais vagabundos e ladrões, praças mal formados, corruptos e submissos aos seus lordes, afim de manizarem sua agonia durante sua triste e melancólia permanência na "masmorra pmerjiana".

Não haverá segurança enquanto o cidadão dentro da farda for tratado como marginal;
Não haverá segurança enquanto o cidadão dentro da farda tiver que trabalhar na folga para não passar fome;
Não haverá segurança enquanto o cidadão dentro da farda for desprovido de seus direitos constitucionais;
Não haverá segurança enquanto o cidadão dentro da farda for um passa fome, analfabeto e ignorante;
Não haverá segurança enquanto o cidadão dentro da farda pertencer à uma Instituição Incompleta, como a Militar,
Não haverá segurança enquanto o cidadão dentro da farda pertencer a uma Instituição Incompleta, como a Civil,
Não haverá segurança enquanto o cidadão dentro da farda não pertencer ao grupos dos humanos protegidos pelos Direitos Humanos.

UPP? BOLSA? POEPP? MILITARISMO? CARBRAL? LULA? PRECISAM SER EXTINTOS.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Quando o Estado abandona seus servidores, deixando-os à mercê do outro lado, é porque, muito provavelmente, o Estado está do outro lado"

Giovanni Falcone, Juiz italiano especializado em processos contra a máfia siciliana Cosa Nostra.

"Uma sociedade é livre na medida em que propicia o choque de opiniões e confronto de idéias. Desses choques e confrontos nasce a Justiça e a Verdade, garantido o progresso e auto-reforma dessa sociedade".

Stuart Mill

“A injustiça que se faz a um é uma ameaça que se faz a todos”.

Barão de Montesquieu

"Aqueles que planejam o mal acabarão mal, porém os que trabalham para o bem dos outros encontrarão a felicidade"

Provérbios 12.20