8 de abril de 2010

AS PIORES CHUVAS DESDE 1966. AS CHUVAS DO DESCASO.

Uma série de fatores contribuíram para a tragédia que ainda assola o Estado do Rio de Janeiro. Mas não pense que foi a temperatura média do aceano acima do normal somada a frente fria ou chvas de término de verão. Não caros leitores e amigos. Não foi isso. O resultado das mais de 170 mortes até agora, foi um inimigo que conhecemos há muito tempo: o descaso. 

O descaso de mais de 30 anos de governos ladrões e corruptos, que não investiram de acordo com a demanda populacional e o crescimento da cidade. E neste momento,  nada agora vai adiantar. Aclamar para que a população deixe as áreas de risco, nesta altura do campeonato, é um ultraje. Uma piada de extremo mau gosto.

Quem sofre somos nós. "Eles" não viviem o que nós vivemos. Não passam o que nós passamos. Estamos à deriva, por um sistema falido, em todas as esferas conhecidas. O Estado cresceu e não temos saúde, educação, segurança. Falta tudo. Não há infraestrutura adequada. Os morros estão ocupados irregularmente. O caos, enfim, impera no Estado. E as pessoas estão se sentindo desamparadas.

Neste momento não há muito o que fazer. E seria mais interessante que as ditas "autoridades" calassem a boca e começassem a trabalhar sério, e não somente quando tragédias como essa acontecerem.

Nós últimos dias eu não tinha postado muito, pois estou sem computador e com isso estou postando fora de casa. Isso tudo somado as provas da faculdade e também, com uma espécie de mau pressentimento. Às vezes precisamos dar uma parada para rever conceitos e curar algumas feridas da nossa batalha. Mas agora a luta é de todos.

Nestas "chuvas", já consideradas as piores desde 1966, temos mais uma vez a chance de refletir. Vamos nos ater aos abutres da política, que aparecerão neste momento de sofrimento e fragilidade da população menos favorecida, para angariar votos. Vamos ter cuidado. E vamos rezar pelas almas perdidas nas chuvas do descaso que assolam nosso  já sofrido Estado do Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Quando o Estado abandona seus servidores, deixando-os à mercê do outro lado, é porque, muito provavelmente, o Estado está do outro lado"

Giovanni Falcone, Juiz italiano especializado em processos contra a máfia siciliana Cosa Nostra.

"Uma sociedade é livre na medida em que propicia o choque de opiniões e confronto de idéias. Desses choques e confrontos nasce a Justiça e a Verdade, garantido o progresso e auto-reforma dessa sociedade".

Stuart Mill

“A injustiça que se faz a um é uma ameaça que se faz a todos”.

Barão de Montesquieu

"Aqueles que planejam o mal acabarão mal, porém os que trabalham para o bem dos outros encontrarão a felicidade"

Provérbios 12.20