PESQUISAR ESTE BLOG

11 de fevereiro de 2010

PREPARADO PARA O CARNAVAL CARO POLICIAL DA PMERJ?

Serão horas a fio de serviço. Horas e mais horas de POG a Pé. 12, 14, 16 horas seguidas, sem jantar ou almoço. Somente uma coisa que costumam chamar de alimentação nos será servida: a famigerada ração-fria (um lanchinho muito safado, sem nada que dê realmente sustância; lanche de criança).

Enquanto a população fluminense dá no pé, A PMERJ estará de serviço, cuidando da "segurança" dos turistas que estão na cidade. Só queria saber como... Segurança...  Espero que não me dêem dor de cabeça, pois senão irão para a delegacia do jeito que o diabo gosta.

Estás então, preparado? Para ser escurraçado pelos batalhões em que farão o "apoio"? Eu estou. Podem mandar todos os serviços que imaginarem. Só não deixem eu pegar filho de oficial superior vendendo pó....  Senão vai ser muito tapa na cara, podem ter ceteza. E se eu estiver indo embora e eu ver na rua, vou atropelar. E dar marcha-a-ré.

Este maldito "apoio", como todos nós sabemos, é vendido, já que estaremos tirando serviço no lugar do efetivo do próprio batalhão que será "apoiado". Enquanto isso, esses batalhões estarão embolsando enormes quantias em dinheiro, como 13º BPM, 5º BPM, 1º BPM entre outros batalhões do Centro da Cidade do Rio de Janeiro.

Ano passado foram nada menos do que 5 serviços desgastantes, sem qualquer tipo de remanejamento por parte da Instituição. Lazer e Carnaval? Policial não tem isso não meu amigo. Tirou Carnaval este ano? Será assim em 2011, em 2012, 2013, 2014....até seus 30 anos de efetivo serviço completarem-se.

Quer isso para a sua vida? Em troca de bolsas-esmolas e gratificações?

Quer isso para a sua vida? Em troca de arbitrariedades e serviços vendidos?

Em 2009 quem apoiou o 13ºBPM sabe. O policiamento estava todo vendido. Escalantes e Sargenteantes encheram os bolsos com grana suja do efetivo do próprio batalhão, equanto as unidades "apoiadoras" se esguelaram em um serviço de 12, 14 horas ininterruptas em pé.

Na época, não me lembro DO MALDITO Comandante da unidade, que ainda nos anunciou mais serviços, fora da escala, de surpresa.
Maldito seja, este Coronel safado, pilantra, mercenário. Espero que este dinheiro sujo sirva para alimentar a sua família, seu miserável.

Carnaval é isso. Tristeza. Serviço desumano. Arbitrariedade. Sofrimento. Horas com fome. Em pé. Na chuva e no calor. Todos sem exceção estarão escalados. A não ser claro, que desembolse uns 300 reais por serviço (como foi no ano passado no 13º BPM) para não ser escalado. Mas lembre-se, caro amigo-policial que pagará para não ser escalado: alguém irá no seu lugar.

Estudem senhores: a vida está passando. Ou irão dedicar 30 anos de sua vida por um Estado medíocre e mercenário.

E pior: sujeitando-se por seres sem alma, que não merecem nada. Somente a morte.

Um comentário:

"Quando o Estado abandona seus servidores, deixando-os à mercê do outro lado, é porque, muito provavelmente, o Estado está do outro lado"

Giovanni Falcone, Juiz italiano especializado em processos contra a máfia siciliana Cosa Nostra.

"Uma sociedade é livre na medida em que propicia o choque de opiniões e confronto de idéias. Desses choques e confrontos nasce a Justiça e a Verdade, garantido o progresso e auto-reforma dessa sociedade".

Stuart Mill

“A injustiça que se faz a um é uma ameaça que se faz a todos”.

Barão de Montesquieu

"Aqueles que planejam o mal acabarão mal, porém os que trabalham para o bem dos outros encontrarão a felicidade"

Provérbios 12.20