PESQUISAR ESTE BLOG

11 de julho de 2009

ACREDITAR É PRECISO: É CHEGADA A HORA

É chegada a hora.

Para aqueles que não acreditam na nossa luta ou os que estão lutando contra para que desistamos, vejam que os ventos estão soprando a favor. Tudo isso é resultado de nossa batalha aqui travada. Acreditem. Fomos nós.

Depois que as notícias foram aqui transcritas e lidas por quem de direito e principalmente por aqueles que estão querendo mudar (e tem o poder para tal) e fazer a coisa acontecer, passamos a ver os primeiros resultados. Temos hoje, a frente do comando geral da PMERJ, um comandante que está nos ouvindo. Vamos aguardar mais um pouco mas pelo que está acontecendo, o homem vai trabalhar.

Quem leu o boletim da corporação viu que o Cel Mario Sérgio mudou a polícia inteira. Os ladrões todos foram retirados da cúpula. Todos. Nem sei como posso estar escrevendo isso. Não consigo ainda acreditar. Dá gosto de ler o Boletim da Polícia Militar 001, de 8 de julho de 2009. Incrível senhores.

As denúncias postadas pelo blog Praças da PMERJ foram de suma importância nesse sentido também.
Nossas reinvidicações estão sendo ouvidas. O Bol reservado foi pro espaço. (Quero ler!!) Afinal, estamos aqui gritando por melhorias e justiça. Está muito difícil ser PM no Rio de Janeiro. Muito difícil mesmo.

Este novo regulamento precisa entrar em vigor rápido. Para oxigenar a PM. Não é esse o objetivo? Vamos oxigená-la então.

Queremos horas de trabalhas fixas, respeitadas. Somos seres humanos. Não somos escravos. Temos direitos e não somente deveres. No caso, horas extras. Nem relógio trabalha de graça.

Como alguém aí acha que policial ganhando 900 reais vai fazer algo de bom a sociedade? Tenho 5 anos de polícia e eu mesmo não mexo uma palha sequer. Não estou nem aí. Não ligam para minhas condiões de trabalho. Meu salário. Minha família. Logo, retribuo isso para a sociedade. Eu só faço a segurança de uma única pessoa, que é minha, claro. De mais ninguém. Minha vida tem muito valor para minha família e ela não merece uma bandeira por dias de sacrifício e desilusões.

Eu gostaria muito de ser respeitado, em primeiro lugar, pelo Estado. Assim, posso rspeitá-lo. Nesse troca-troca de respeito, a sociedade ganha. Somente assim teremos segurança no Estado do Rio de Janeiro.

Alguns bairros já estão tomados de vagabungos. Vide a Tijuca, por exemplo. Reduto de marginais. Outros, como Vila Isabel, Grajaú, Abolição, Engenho de Dentro, já estão em estado de calamidade há vários anos. Eu sei disso porque utilizo esta rota para ir e voltar para o quartel. A auto-estrada grajaú-jacarepaguá já está tomada pela vagabungadem. Passar lá é brincar de roleta russa. Nunca se sabe se você chegará do outro lado. Tenho quase certeza que foi proposital. Com o estado da via, mal iluminada, sem acostamento, favela de um lado e do outro, os motoristas que seguem para o Centro do Rio precisam pagar o pedágio da Linha Amarela. Ou escolhe enfrentar a 24 de maio, que é a estrada do inferno, ou a grajaú-jacarepaguá (Estrada Menezes Cortes), outra que passa pelo inferno.

Para não alongar muito, algumas melhorias que seriam bem vindas já de cara:
Novo Código de Ética e Disciplina da PMERJ: vamos aprová-lo! é chegada a hora!
Rancho: Chega senhores. Chega! Tícket refeição já! Não dá mais.
Jornada de trabalho semanal fixa URGENTE!

É chegada a hora. Ou faz-se isso ou entreguem logo a cidade aos marginais.

DEUS ESTEJA CONOSCO
FORÇA, HONRA, FÉ


Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Quando o Estado abandona seus servidores, deixando-os à mercê do outro lado, é porque, muito provavelmente, o Estado está do outro lado"

Giovanni Falcone, Juiz italiano especializado em processos contra a máfia siciliana Cosa Nostra.

"Uma sociedade é livre na medida em que propicia o choque de opiniões e confronto de idéias. Desses choques e confrontos nasce a Justiça e a Verdade, garantido o progresso e auto-reforma dessa sociedade".

Stuart Mill

“A injustiça que se faz a um é uma ameaça que se faz a todos”.

Barão de Montesquieu

"Aqueles que planejam o mal acabarão mal, porém os que trabalham para o bem dos outros encontrarão a felicidade"

Provérbios 12.20