21 de maio de 2008

ATÉ QUANDO???


Indignação.

Imagino que todos nós, sejamos servidores públicos ou não, pudemos sentir, ao vermos nosso Chefe de Estado (será que merece este título) andando de bicicleta na França. Um afronto. Às nossas vontades. À nossa moral. À nossa pátria fluminense. E principalmente, ao eleitorado. Pelo menos acredito que seu eleitorado tenha essa visão. Mas não sai da cabeça que foram aqueles que foram traídos por churrascos, camisas e tampas de caixas d'água.

Pobre de nós. Enquanto estamos aqui, no calor da guerra, passando necessidades básicas, sendo maltratados em hospitais, sem escolas de qualidade para nossos filhos e, sem a mínima segurança, o governador passeia de bicicleta na França.

Pobres de nós. Olhem o nosso governador. Ele anda de bicicleta na França senhores. Enquanto isso, um médico plantonista, recebe em média de 1000 à 1500 reais.

Pobres de nós. Olhem o nosso governador. Ele é tão gracioso senhores. Enquanto isso aqui em terras fluminenses, um professor, recebe em média de 500 à 1000 reais.

Pobres de nós. Olhem o nosso governador. Ele é tão divertido. Enquanto isso, aqui no Rio de Janeiro, cidade maravilhosa, um soldado Policial Militar, recebe 850 reais.

O que pretende este governador? O que quer este governador? O que pensa este ser, que infelizmente, é o governador?

Indignação. Ódio. Repúdio. Me perdôe Senhor.

O senhor, Excelentíssimo, deve ter feito pacto com o demônio. Espero também, Excelentíssimo, que viva pra sempre. Que tenha vida eterna. Porque se um dia, Excelentíssimo, vier a falecer, com a certeza desses céus e com a força de Nosso Deus-Pai Todo-Poderoso, ah sim, Excelentíssimo, advinhe.....

O SENHOR NÃO TEME A DEUS. CUIDADO.
A SUA ALMA NÃO PERTENCE AO DIABO, SR GOVERNADOR. PERTENCE À DEUS.
E DESTA LEI NENHUM DE NÓS ESCAPARÁ!
E TER SIDO GOVERNADOR NÃO SERÁ FATOR ATENUANTE!


SALVEM A TODOS NÓS,
EDUCADORES, MÉDICOS, POLICIAIS,

SALMEM-NOS DESTE TIRANO, SENHOR.

AMEM.



Um comentário:

  1. O soldo, que é nossa remuneração básica legal, assim como o salário o é para o trabalhador (CLT), está abaixo do salário mínimo, o que é ilegal. O que faz o governador? O que faz a ALERJ? O que fazemos nós (oficiais e praças)?

    Está mais do que na hora de fazermos algo realmente eficaz. É inaceitável que um Policial Militar ganhe menos que um Guarda Municipal.

    O reajuste salarial é um DIREITO do servidor público.

    SOLDOS da PMERJ estão BAIXÍSSIMOS!!

    CORONEL - R$ 876,39
    TEN CEL - R$ 788,76
    MAJOR --- R$ 709,87
    CAPITÃO - R$ 638,88
    1º TEN -- R$ 574,91
    2º TEN -- R$ 517,07
    ASPIRA -- R$ 465,37 **
    SUBTEN -- R$ 465,37 **
    1º SGT -- R$ 427,68 **
    2º SGT -- R$ 388,24 *
    3º SGT -- R$ 353,19 *
    AL OF --- R$ 305,85 *
    CABO ---- R$ 305,85 *
    SOLDADO - R$ 265,54 *
    RECRUTA - R$ 219,10 *

    * SOLDOS ABAIXO DO SALÁRIO MÍNIMO
    ** SOLDOS ABAIXO DO PISO REGIONAL

    RESPEITEM PELO MENOS A NOSSA "CARTA MAGNA" (CF, Inciso VII do Artigo 7º c/c CERJ, Inciso I do Artigo 92)!

    AUMENTO para a PMERJ e o CBMERJ já!

    ResponderExcluir

"Quando o Estado abandona seus servidores, deixando-os à mercê do outro lado, é porque, muito provavelmente, o Estado está do outro lado"

Giovanni Falcone, Juiz italiano especializado em processos contra a máfia siciliana Cosa Nostra.

"Uma sociedade é livre na medida em que propicia o choque de opiniões e confronto de idéias. Desses choques e confrontos nasce a Justiça e a Verdade, garantido o progresso e auto-reforma dessa sociedade".

Stuart Mill

“A injustiça que se faz a um é uma ameaça que se faz a todos”.

Barão de Montesquieu

"Aqueles que planejam o mal acabarão mal, porém os que trabalham para o bem dos outros encontrarão a felicidade"

Provérbios 12.20