27 de janeiro de 2017

TABELA SALARIAL PMERJ - VIGÊNCIA: JAN-DEZ 2017

(Clique na imagem para melhor visualização)

BASES DE CÁLCULO
IHP ATIVO: 75 a 160 % sobre o soldo (Art. 18 da Lei 279/79)
GRET ATIVO: 122,5 à 192,5% sobre o soldo (Art. 19 Lei 279/79)
AUXILIO MORADIA: 107,5% sobre o soldo (Art. 4º da Lei 658/83 - NR da Lei 6.162/12)
GTS (TRIENIO): INCIDE NAS 3 GRATIFICAÇÕES ACIMA + SOLDO

GRATIFICAÇÕES/INDENIZAÇÕES POR ATIVIDADE
AUXÍLIO TRANSPORTE: R$ 100,00 (Art. 5º da Lei 6.162/12)
POEPP* (GTPP): R$ 350,00 (Art. 8º, do Dec. Nº 42.047/09)
*Extinto pela Lei Nº 6.840, DE 30-06-2014 - Majoração do POEPP até 2019

GRATIFICAÇÕES POR LOTAÇÃO
BOPE: R$ 1.000,00 (Dec. Nº 41.714/09)
UPP: R$ 750,00 (Art. 7º, Dec. Nº 44.177/13)
BPCHOQ: R$ 1.000,00 (Art. 1º, Dec. Nº 43.135/11)
GAM: R$ 1.000,00 (Art. 1º, Dec 42.161/09)
BPGE: 800,00 (Art. 1º, Dec. 44.695/14)
PROERD: 500,00 (Art. 1º, Dec. 41.713/09)

DESCONTOS
RIO PREVIDÊNCIA 11% (EM CIMA DE: SOLDO + IHP ATIVO + TRIÊNIO + GRETPM*)
FUNDO DE SAÚDE 10% (EM CIMA DO SOLDO)
*Desde Fevereiro 2015

OBS:
*Adotado o percentual máximo para GTS (triênio) e IHP em cada posto/graduação. Valor final pode variar de acordo com outras parcelas indenizatórias como pecúnia, resíduos e prêmios.

30 comentários:

  1. OLá amigo, vi que vc ajuda muita gente aqui e gostaria de pedir um favor, sou advogado e tenho que ingressar com uma ação sobre filha maior em que pese a lei 2.153/72. Ocorre que não encontro essa lei em site nenhum, tenho que ir na biblioteca da PMERJ que fica na lapa, só que tenho problemas de locomoção, o senhor por acaso tem a integra dessa lei? poderia me enviar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo! Desculpe a demora! Meu PC está pelas tabelas...

      Nobre, infelizmente ficarei devendo. Esta é a lei da pensão especial da antiga PMDF... Me parece que ela foi retirada de qualquer meio virtual justamente para dificultar o direito de quem tem direito...

      Governo sujo e corrupto...

      País podre...

      Estado imundo....

      Desculpe amigo. Fico devendo.

      Abraço,

      CB DE OLIVEIRA

      Excluir
    2. Talvez vc consiga esta lei na DIP - Diretoria de Inativos e Pensionistas da PMERJ, fica ao lado do 4º BPM Sao Cristovao.

      Excluir
    3. esta lei foi citada em 2014 pela Min. Carmem Lucia no Rercurso Extraordinario com Agravo 795.422 Rio de Janeiro, logo o STF deve ter essa Lei.

      Excluir
  2. Oi boa tarde, encontrei este site fazendo umas buscas para entender melhor meus direitos.
    Gostaria de saber se consigo ajuda e melhores informações?
    Sou esposa se um Pm que foi a óbito em serviço esse ano e estou encontrando algumas dificuldades.
    Deixo aqui meu e-mail para ajuda: michelle.llourenço@gmail.com. Muito grata!

    ResponderExcluir
  3. Boa noite,amigo. Os valores liquidos que vc disponibiluzou nao estao computados o desconto do imposto de renda? Saberia me dizer quanto estaria atualmebte o salario liquido de um coronel full aposentado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite! Desculpe a demora!

      Tendo em vista a remuneração na inatividade ser muito variável de militar para militar, eu não posto os proventos de inativo. Nessa eu fico devendo.
      Com relação ao desconto de IR para os ativos, a tabela não computa o desconto mencionado.

      Excluir
  4. Amigo quero ser policial mas tenho uma dúvida. É obrigado a trabalhar em Upp ou é o policial que escolhe?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo visitante! Vamos lá!

      Não. Respondendo friamente e sem pestanejar. Mas, porque fui tão direto? Vou lhe explicar, amigo Raffael!

      Ao término do curso de formação de soldados o policial militar recém-formado, no período do (des)governo e ladrão Sérgio Cabral, o então programa das UPP's era um esquema de governo; e não de segurança. Melhor dizendo, a política implantada pelo então ladrão era manobra de governo, e nada mais. Naquela época não muito distante o policial recém-formado tinha 99,99% de chances de ser lotado em uma UPP, sim. Mas a coisa mudou. E muito.

      Hoje não é mais "obrigado" a ser lotado em UPP. O que realmente pode acontecer é que, devido à necessária oxigenação do efetivo lotado em UPP, você pode ser "obrigado" a trabalhar lá até que outra turma se forme e você consiga ir para um batalhão. Mas, lhe adianto: a PMERJ está em ruínas, meu amigo. Ruínas. E eu espero, sinceramente, que ela seja extinta logo. Porque do jeito que está... Segurança Pública é o que ela menos "faz" hoje em dia...

      Espero ter colaborado com o amigo e iluminado sua dúvida.

      Um grande abraço deste cabo de policia militar,
      Visite sempre que puder. Será um honra respondê-lo.

      CABO PM DE OLIVEIRA

      Excluir
  5. Boa noite, companheiro. Gostaria de saber se aluno do CFSD recebe triênio, ou somente quando se forma. Me refiro por exemplo aqueles que contam com tempo de serviço anteriores à PMERJ, como as forças armadas. Me ajudaria com essa dúvida. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala meu nobre!!

      Recebe sim!

      Para isso é preciso que no ato da incorporação você averbe o tempo de efetivo serviço da FFAA. Com isso, quando da publicação em Boletim da PMERJ, o tesoureiro do CFAP estará apto a incluir os triênios no ato da inclusão de sua matrícula na folha de pagamento.

      Abraço!

      CB DE OLIVEIRA

      Excluir
  6. Boa noite me tire uma dúvida? Como vai funcionar o militarismo na PM sem a prisão disciplinar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia!

      Vai continuar a funcionando normalmente. Assim como é, por exemplo, em Minas Gerais.

      Prisão disciplinar não pode - jamais - significar sinônimo de controle de tropa. NUNCA.

      Estamos em 2017 e vivemos em um Estado Democrático de Direito, onde a regra é a liberdade; e não o enclausuramento.

      Porque marginais devem ter esse direito enquanto um policial deve ter como regra, a prisão. Será que é plausível?

      Acredito que após 29 anos de democracia instituída pela Constituição Cidadã de 1988 é perfeitamente possível trazer as corporação militares estaduais para a luz, retirando-as por completo da sombra da Ditadura....

      Excluir
  7. De Oliveira parabéns pelos artigos e pelo trabalho que vocês prestam a sociedade, vocês são os verdadeiros heróis, tenho orgulho de ter uma policia tão digna como temos no Brasil, mas profissionais temos em todas as áreas, mas são exceção.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço o reconhecimento, Maico Drum!

      Seja sempre bem-vindo para questionar, criticar, dar opiniões, esclarecer dúvidas sobre segurança pública, especialmente sobre a PMERJ ou simplesmente, visitar!

      Precisamos urgentemente de alterações na CRFB/88 e na legislação Penal brasileira, objetivando melhorar o serviço prestado à toda a sociedade, com profissionais mais capacitados e motivados, enfim, proteger quem realmente paga por todo o serviço: o cidadão!

      Chega de privilégios e distorções autocratas! Chega de manter uma instituição à serviço de um governo! A POPULAÇÃO NÃO QUER MAIS ISSO! A POPULAÇÃO NÃO QUER MAIS UMA POLÍCIA QUE DEFENDA UM GOVERNO, MUITO MENOS UM GOVERNO CORRUPTO!

      POLÍCIA SÉRIA É POLÍCIA DO POVO, PARA O POVO E PELO POVO!

      Um forte abraço, nobre cidadão brasileiro!
      Minha continência!

      CB PM DE OLIVEIRA

      Excluir
  8. Boa tarde.meu esposo era soldado e faleceu em serviço em 2016.gostaria de saber qual seria o valor correto do salário pois tenho dúvidas e eles não explicam direito. Falam que é de 3sargento mais é baixo pelo que eu andei pesquisando. Ele só tinha dois anos e meio de pm isto interfere? Pois se estiver errado vou entrar com uma causa na justiça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde.

      O direito que a senhora com certeza possui é a pensão especial com promoção post-mortem à Cabo, e não à 3º Sargento (Vide Art. 27, do Dec. 7.766/84).

      Isso é fato. No entanto, os valores exatos é realmente difícil precisar para a senhora, em virtude das diferenças caso a caso.

      Na DIP a senhora não conseguiu as informações necessárias? Se não tiver feito contato ainda, aconselho fazê-lo. Somente na DIP a senhora obterá as informações corretas.

      Espero ter ajudado.

      CB DE OLIVERA

      Excluir
  9. Boa Noite. Gostaria de saber se posso entrar na justiça para receber um soldo unico sem desmenbramento. Sou inativo e queria saber se essa diferença de soldos tambem vale para os ativos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, amigo visitante!

      Este soldo único seria o subsídio? Mas ele não foi implantado. Chegou a ser cogitado na gestão do então condenado à mais de 70 anos, o Senhor Ex-Governador Sérgio Cabral Filho.

      Para acionar o Judiciário seria necessário que pelo menos houvesse fundamentação legal e, neste caso, não há.

      A diferença de soldos entre Ativos e Inativos decorre de previsão normativa (Vide Lei nº 279/79) e possuem natureza remuneratória distinta.

      Logo, um soldo de 3º Sargento da ativa pode ser diferente de um soldo de 3º sargento inativo, sem problemas.

      Espero ter ajudado.

      CB PM DE OLIVEIRA

      Excluir
  10. Boa tarde Oliveira
    Tiago 02 de janeiro de 2018
    Gostaria de saber quando será o concurso para PM RJ soldado?
    É qual o tempo de treinamento?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, nobre Tiago!

      Não há previsão de concurso para a PM-RJ. Não por enquanto.
      O tempo do curso de formação costuma ser de 6 à 8 meses.

      Espero ter ajudado.
      Abraço

      CB PM DE OLIVEIRA

      Excluir
  11. CB OLIVEIRA, BOM DIA.
    UM AMIGO É POLICIAL HÁ QUASE CINCO ANOS. DOS CINCO NA CORPORAÇÃO, HÁ QUATRO ELE ENCONTRA-SE NA SITUAÇÃO DE APTO C, POIS O MESMO SOFREU UM ACIDENTE, VINDO A LESIONAR OS 2 (DEDO DO GATILHO) E 3 DEDO DE SUA NÃO OPERADORA, OU SEJA, ELE NÃO ATIRA MAIS, POIS SEUS DEDOS FICARAM RIGIDOS.
    SUA LESÃO É PERMANENTE/IRREVERSÍVEL.
    NESSE CASO, CABERIA UMA REFORMA PARA O NOBRE COMPANHEIRO, TENDO EM VISTA O MESMO NÃO EXERCER SUA ATIVIDADE FIM? E HÁ UM DETALHE, EM SUA CARTEIRA FUNCIONAL VEM ESCRITO QUE O MESMO É INAPTO AO USO DE ARMA.
    DESDE JÁ, OBRIGADO.
    WANDER.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, nobre amigo. Vamos à sua indagação...

      Primeiramente é preciso saber exatamente de que forma a JSS (Junta Superior de Saúde) o declarou incapaz. E dependendo do que ficou registrado na Ata de Inspeção do seu amigo, é possível ou não a reforma.

      A Administração Castrense somente ficará vinculada (e deverá reformá-lo) se a incapacidade definitiva sobrevier em consequência de: tuberculose ativa, alienação mental, neoplasia malígna, cegueira, lepra, paralisia irreversível e incapacitante, cardiopatia grave, mal de Parkinson, pêndigo, espondiloartrose anquilosante, nefropatia grave e outras moléstias que a lei indicar com base nas conclusões da medicina especializada. (Art. 104, IV, Lei 443/81)

      E ainda: Síndrome de Imunodeficiência Adquirida ( SIDA/AIDS ), incluída pela Lei nº 1493/1989.

      Isso tudo sem estabilidade assegurada.

      Agora, tratando especificamente do caso do seu amigo, acredito que, mesmo se as sequelas tenham caráter de serem irreversíveis, as mesmas não geraram incapacidade definitiva por Junta de Saúde. Ele, portanto, não poderá exercer mais a atividade-fim, mas poderá exercer normalmente a atividade-meio.

      Ou seja, a lesão é permanente, mas ele não foi declarado incapaz definitivamente, beleza?

      Logo, a meu ver, não há possibilidade de reforma. Isso somente a partir de uma breve análise. Contudo recomendo uma análise correta e minuciosa da documentação do seu amigo para investigar possíveis erros administrativos.

      Espero ter iluminado o caminho do amigo,
      Forte abraço
      CB PM DE OLIVEIRA

      Excluir
    2. Bom dia Nobre CB Oliveira, obrigado pelo feedback.
      O nobre amigo desempenha algum trabalho jurídico por fora da página, a fim de assessorar o caso em questão (reforma)?
      Ou ainda, recomenda um advogado especializado no assunto?
      Gostaria de abordar a questão da reforma de forma minuciosa.
      Desde já, muito obrigado pelo retorno.
      Wander

      Excluir
    3. Bom dia.
      Faça contato através deste número (WhatsApp) e informe detalhadamente o que deseja ser feito: 96421-0308. Dr. Diogo (Sócio). Não esqueça de mencionar o meu nome.

      Abraço

      CB DE OLIVEIRA

      Excluir
    4. Grato nobre amigo!

      Excluir
  12. Boa noite Cb Oliveira ! Gostaria de saber se com a recuperação fiscal entre o RJ e a União a segurança pública continuará tendo a incorporação da gratificação no contracheque de janeiro de 2018? Desde já obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, nobre Edson!

      Com certeza que sim! Não há qualquer motivo para que a incorporação do POEPP não continue majorando o soldo.

      O regime de recuperação fiscal não revogou a lei que trata da majoração. Portanto, segue normal.

      Abraço

      CB PM DE OLIVEIRA

      Excluir
  13. Bom dia. Cabo oliveira. Dou pensionista. Meu esposo morreu em servico a 30 anos atras. Gostaria de saber se tenho direito as promocoes como se vivo fosse. Alem da promocao pos mortem.existe slguma lei nrsse sentido fa pensionista tet fireito ss promocoes. Outra pergunta a seguranca trra aumento nesse ano. Pois foi parcelado o aumento ainda resta 2018 e 2019. Tera esse aumento nesse ano. Aguardo resposta. Muito obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, D. Neusa,

      Com relação à sua primeira indagação, não há amparo legal para que a Senhora rebeba retroativamente promoções post-mortem após decorrido intervalo de tempo tão significativo. Além do mais, tenho certeza absoluta que não houveram tais promoções, já que o seu ente querido só é promovido post-mortem uma única vez e em circunstâncias específicas.

      Já com relação à segunda pergunta, o "aumento" continuará sendo incorporado, normalmente, como vêm sendo desde Janeiro de 2015. Tanto Ativos quanto Inativos possuem o direito ao aumento. Inclusive pensionistas (Art. 3º, II, Lei 6.840/14).

      Agradeço a visita,
      Forte abraço
      CB DE OLIVERA

      Excluir

"Quando o Estado abandona seus servidores, deixando-os à mercê do outro lado, é porque, muito provavelmente, o Estado está do outro lado"

Giovanni Falcone, Juiz italiano especializado em processos contra a máfia siciliana Cosa Nostra.

"Uma sociedade é livre na medida em que propicia o choque de opiniões e confronto de idéias. Desses choques e confrontos nasce a Justiça e a Verdade, garantido o progresso e auto-reforma dessa sociedade".

Stuart Mill

“A injustiça que se faz a um é uma ameaça que se faz a todos”.

Barão de Montesquieu

"Aqueles que planejam o mal acabarão mal, porém os que trabalham para o bem dos outros encontrarão a felicidade"

Provérbios 12.20